UM CARRO PARA DAR A VOLTA AO MUNDO

Como escolhemos um carro para dar a volta ao mundo? Essa não é uma pergunta tão simples de responder, pois tivemos que avaliar uma série de fatores para tomarmos uma decisão coerente, e o primeiro deles, e talvez o mais importante é: quanto temos para gastar.

Não adiantaria a gente ficar falando sobre o melhor carro se não tivermos o valor para comprá-lo. O melhor sempre será aquele que pudermos pagar para a viagem acontecer.

Nós pesquisamos bastante antes de comprar o nosso carro. Analisamos vários tipos de veículos, como uma van, uma Kombi, o carro que tínhamos na época (um Kia Soul 2010), um carro pequeno com tração 4×4, tipo um Suzuki Jimny, uma Land Rover Defender, entre outros.

UM CARRO PARA DAR A VOLTA AO MUNDO 1
Foto: Kombi home

Para o estilo que viagem que pensamos, passando por lugares muitas vezes afastados dos grandes centros urbanos, pelos mais diversos tipos de terreno, percorrendo certamente mais de 100 mil quilômetros ao longo de três anos, precisaríamos de um veículo robusto, durável, capaz de andar por estradas ruins e que fosse acima de tudo um carro confiável.

Assim, fomos eliminando algumas opções, como um veículo de passeio, por exemplo. Também gostaríamos que o carro pudesse ser nosso motorhome, para que a viagem pudesse acontecer da forma mais autossuficiente possível. Aos poucos as opções foram diminuindo.

Qual seria nosso carro ideal para uma volta ao mundo?

Chegamos a conclusão o nosso carro ideal deveria ter tração 4×4 e pudéssemos fazer dele a nossa casa. Esse era nosso carro perfeito, mas será que poderíamos pagar por ele?  As opções que encontramos e que atenderiam esses pré-requisitos foram:

  • Escolher uma camionete 4×4 e colocar um camper na carroceria. Logo de cara encontramos um “pequeno” problema: o preço. Um veículo 4×4 com a capacidade para carregar um camper e em boas condições, mesmo que usado, passaria dos 60 mil reais. Além do carro, teríamos que comprar o camper, e um dos modelos mais baratos dentre os vendidos no Brasil custa cerca de R$ 80 mil reais. Assim, o conjunto passaria dos 140 mil. Desistimos.
  • Land Rover Defender modelo 110. Por algum tempo pensamos bastante nesta opção, um carro robusto e que já tinha sido utilizado por outros viajantes que deram a volta ao mundo. Colocaríamos a barraca no teto e faríamos as adaptações no interior do veículo. Porém, também é um veículo caro, com peças caras e, uma em boas condições, facilmente passaria dos 100 mil reais.
  • Continuar pesquisando e esperar, pois nada é por acaso. E assim aconteceu.

Em fevereiro de 2017 estávamos em Puerto Natales na Patagônia chilena, pois iríamos fazer o Circuito O de Torres del Paine, estávamos hospedados em um hostel por uns dois dias antes de iniciarmos a trilha. Lá conhecemos o Fábio, que também morava em Curitiba e estava fazendo uma viagem de bicicleta pela região.

Contamos um pouco do nosso projeto e comentamos que não sabíamos qual carro comprar. Ele nos disse de bate pronto: “Por que vocês não compram uma Toyota Bandeirante? Eu tenho uma e acho que ela seria o ideal para uma volta ao mundo de carro”. E foi assim que as coisas aconteceram. Começamos a pesquisar e descobrimos que existe uma legião de apaixonados pela Toyota Bandeirante, seja para fazer trilha, seja como instrumento de trabalho ou apenas para passear nos finais de semana.

De modo geral, tudo que lemos sobre a Bandeirante indicava um carro muito durável, robusto, confiável e de fácil manutenção, algo que seria muito importante para uma expedição de volta ao mundo. Tínhamos encontrado o carro ideal, por um preço que provavelmente poderíamos pagar.

Então começamos a pesquisar por Toyotas Bandeirante na internet, de forma despretensiosa, pelo fato de nosso projeto de volta ao mundo ainda estar distante. No meio dessas buscas, um belo dia encontramos um leilão do Exército de Campo Grande-MS com duas Toyotas Bandeirante modelo ambulância entre os itens anunciados.

Não tivemos dúvidas que esse seria o carro ideal, pois além de todas as características do veículo, um 4×4 a diesel, ainda teríamos o espaço da ambulância para transformar em motorhome, parecia perfeito.

Fizemos o cadastro no site, e alguns dias depois estávamos dando lances num leilão online, em um carro que tínhamos visto apenas por fotos. Esse foi o começo de tudo. Compramos uma delas por 22 mil reais. Tentamos arrumar ela em Campo Grande-MS para leva-la até Curitiba rodando, mas não tivemos sucesso. Em Curitiba, o Fábio que conhecemos na Patagônia, nos indicou uma oficina de um amigo especializada em Toyota Bandeirante, os donos tinham três. E lá colocaram ela para rodar. Nada é por acaso.

MOTORHOME VOLTA AO MUNDO
Batalhão do Exército, Campo Grande-MS / Foto Algum Luga na Terra

Peças que estavam faltando ou que tiveram que ser substituídas

  • Caixa de Marchas
  • Eixo dianteiro completo
  • Motor de arranque
  • Radiador
  • Painel de Instrumentos
  • Cardan
  • Bateria
  • Pneus
  • Freio a disco nas rodas dianteiras
  • Feixo de molas traseiros
  • Amortecedores

Itens adicionais que foram instalados

  • Guincho Mecânico Ekron
  • Freio a disco nas rodas traseiras
  • Bagageiro
  • Câmera de ré
  • Ar condicionado

Volta ao mundo de carro: Toyota Bandeirante
Primeira oficina, Campo Grande-MS / Foto Algum Luga na Terra

Tinha alguma coisa boa? Ainda bem que o motor estava funcionando.

A partir da data do leilão até hoje (mar/2020), se passaram quase 3 anos, entre oficinas e a construção do motorhome.

FICHA TÉCNICA

ficha técnica toyota bandeirante

TOYOTA BANDEIRANTE PARA UMA VIAGEM DE VOLTA AO MUNDO ?

A Toyota Bandeirante é um carro robusto, rústico e durável, não é à toa que possui muitos fãs. É amplamente conhecida por sua força e confiabilidade, características importantes para uma viagem de longa duração como a nossa.

Além disso, esse modelo possui tração 4×4, permitindo se deslocar pelos mais diversos tipos de terreno. A manutenção é outro fator determinante. Equipada com motor Toyota 14B a diesel e sem nenhuma eletrônica embarcada, o que torna as manutenções mas fáceis de realizar, o que é fundamental para locais com poucos recursos e carentes de mão-de-obra especializada.

Como “bônus” ainda recebemos a carroceria de ambulância, permitindo ter o espaço ideal para construir nosso motorhome. Hoje temos literalmente uma casa offroad.

Mas será que fizemos a escolha certa? Nós acreditamos que sim por tudo que comentamos nesse post, mas só a viagem nos dirá.

VALOR INVESTIDO (sem o motorhome)

Gastamos 43 mil reais entre a manutenção, pintura e melhorias para deixar ela lindona como na foto abaixo. Assim, o total gasto entre a aquisição do carro e manutenção ficou em 65 mil.

Volta ao mundo de carro: Toyota Bandeirante
Toyota Bandeirante pronta para viagem / Foto Algum Luga na Terra

Gostou ? Acompanhe nossa volta ao mundo por aqui e pelo Instagram (@algumlugarnaterra).

6 comentários em “UM CARRO PARA DAR A VOLTA AO MUNDO”

  1. Tenho um Toyota Bandeirante longa 95 e meu objetivo e viajar com a família “esposa e 2 crianças Helô 5 anos e Bê 3 anos”
    Sucesso e qdo estiver passando por CGR novamente nos de um oi pra comermos juntos alguma coisa.

    1. Olá Márcio. Que legal que também estão querendo sair em família viajando de Bandeirante, adoramos saber, com essa turma com certeza aviagem vai ser ainda mais especial. Obrigado pelo convite, com certeza ainda vamos combinar. Um grande abraço.

  2. Poxa, bacana demais. A escolha da viatura foi muito boa. São muito robustas mesmo, 4×4 forte, motor confiável, robusto, não te dar A uma grande velocidade, mas esse não é o objetivo, muito pelo contrário, quem muito rápido anda perde as paisagens que na minha opinião é uma das coisas mais importantes. Parabéns pelo projeto, estarei acompanhando. Sei que a viagem é internacional mas terá um roteiro pelo Brasil?

    1. Obrigado Pablo. Talvez na volta da nossa viagem, a gente rode pelo Brasil também, depois de enviarmos o carro da Africa para cá. Grande abraço

  3. Parabéns pelo projeto sigam em frente a estrada é recompensadora para quem sabe rodar!
    Obs. A primeira foto “Kombi home” não é uma Kombi e sim uma Dodge van possivelmente ok, seria interessante trocar estou em Frederico Westphalen RS se precisar de apoio tenho amigos até o Ushuaia onde já fui de kombi

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *